top of page

Limites no trabalho remoto: comece com uma pausa para o almoço

Dizer que o COVID-19 trouxe algumas mudanças para o ambiente de trabalho é um eufemismo. Muitos funcionários passaram a trabalhar totalmente remotos na urgência do distanciamento social, sem nenhum treinamento prévio ou discussão mais aprofundada sobre o assunto. Por isso, novos problemas vêm surgindo para o RH resolver. Uma das muitas reclamações que surgem desse novo contexto de trabalho é que a linha imaginária que separava a vida pessoal da profissional desapareceu, ou pelo menos está borrada.



Trabalho e casa nunca estiveram tão interligados

Embora possamos [e gostaríamos] de argumentar que essa linha nunca existiu, não podemos discutir que é um fato que trabalho e casa nunca estiveram tão interligados. Isso principalmente porque o trabalhador não é o único está em casa: junto com eles estão filhos, pais, companheiros de quarto, etc. Não só isso, já que agora o trabalhador está disponível em casa, parece que ele / ela deve estar disponível a qualquer momento. De acordo com Tulshyan, pesquisas mostram que as pessoas gastam atualmente, em média, 48,5 minutos a mais no trabalho todos os dias[3].


A necessidade de provar que estão realmente trabalhando de casa (ou de qualquer lugar)


Ao conversar com as pessoas, vemos o constante medo de mostrar aos colegas que elas estão realmente trabalhando (e não tirando uma soneca em casa). Ser capaz de responder a uma mensagem em menos de 5 minutos pode provar que estão fazendo seu trabalho. É engraçado ver que a ausência de limites físicos, como sala, distância, mesa, local de trabalho, contribui para a falta de limites. Os colegas de trabalho não conseguem mais ver que o colega está comendo ou ligando para algum membro da família. No escritório, se o trabalhador não estivesse em sua mesa, havia confiança suficiente dos outros para não questionar se no intervalo este estava trabalhando ou não. Parece que essa confiança sumiu no trabalho remoto ou, pelo menos, há uma sensação dos funcionários de que essa confiança desapareceu.


Comece a estabelecer limites fazendo uma pausa para o almoço

Como adultos, devemos saber que podemos estabelecer limites sem qualquer necessidade de barreira física. Uma excelente maneira de começar a mostrar que você não está 100% disponível o tempo todo para sua equipe é fazer uma pausa para o almoço. Não coma em sua mesa nem volte ao trabalho imediatamente após o prato estar vazio. Agende o seu horário de almoço, para que todos saibam disso, e respeite o tempo que você estabeleceu para isso. Se você está em casa, pode aproveitar esta pausa para preparar sua refeição, conversar com sua família ou até mesmo tirar uma soneca. Isso não é bom apenas para você, mas também para seu empregador. Pesquisas mostram que pessoas com pausas adequadas ao longo de um dia de trabalho mais produtivas e menos estressadas[4].


Os empregadores precisam encorajar intervalos para o almoço

Os funcionários podem tornar tudo ainda mais divertido, agendando um almoço em uma reunião de zoom com colegas de trabalho ou amigos. É importante ter um grupo de apoio para responsabilizar uns aos outros de que a pausa no meio do dia está sendo respeitada. Seria ainda melhor se as próprias empresas incentivassem essa pausa. Há muitas maneiras de fazer isso: obtendo um status Slack para uma pausa para o almoço ou gerentes notificando a equipe de que estão fazendo a pausa para o almoço, como um exemplo a ser seguido.

Vamos começar com uma pausa para o almoço, por enquanto, para tornar o trabalho em casa mais saudável!


[1] TULSHYAN, Ruchika. HBR: Take your Lunch Break!, January, 2021. [2] HASTINGS, Cristobel: https://www.stylist.co.uk/life/working-from-home-skipping-lunch-break-presenteeism-habits/407169

18 visualizações0 comentário

Comentarios

Obtuvo 0 de 5 estrellas.
Aún no hay calificaciones

Agrega una calificación
bottom of page